Arquivo de Poder

SE PARADOS

Porque a união nos faz fortes e o marasmo nos torna fracos…

As “Gajas” Dominam A Net!

Numa das minhas recentes deambulações pela web, deparei com um site muito interessante de um designer inglês de nome David McCandless, cuja especialidade é visualizar informação, criando gráficos a partir de dados estatísticos fornecidos por entidades oficiais.
Os gráficos, todos esteticamente muito atraentes, abordam temas tão diversos como o grau de segurança comparado da vacina para o HPV, as propriedades cruzadas das diferentes drogas do mercado, ou o número de tropas por país presentes no Afeganistão. Mas aquele que me chamou de imediato a atenção foi um, intitulado “Chicks Rule”, que representa a frequência de visitas, distribuída por sexo, em cada um dos sites das redes sociais mais populares da Web 2.0.

Eu confesso que pasmei ao olhar para o quadro! Tinha a percepção, sim, de que havia algumas redes que eram frequentadas maioritariamente por mulheres – não imaginei é que fossem tantas e com uma presença tão avassaladora.
Sabido que estes sites são praticamente todos criados por homens, será que na sua génese estará a intenção maquiavélica de ocupar as mulheres com este género de virtualidade, mantendo-as em casa, enquanto os homens andam tranquilamente na rua a gozar a realidade?
Sem me querer alargar em demasia na análise destes dados, tenho, todavia, a ideia de que, apesar de serem mais as mulheres a frequentar estes sites, os principais assuntos aí abordados serem ainda maioritariamente masculinos ou relacionados com homens. Também me parece evidente que nesses novos matriarcados as principais personalidades e opinion makers aí seguidos – aqueles que têm mais comentários ou cujos perfis têm mais pessoas adicionadas – são, na sua esmagadora maioria, do sexo masculino. Pelo que… não sei se as chicks dominam tanto quanto isso!
Girls, venham daí esses comentários!
Seria interessante tentar perceber-se duas coisas, em particular:
1) A que se poderá dever esta maior presença feminina nas redes sociais?
2) Essa hegemonia feminina tem uma equivalência no domínio dos assuntos dessas mesmas redes?
(o desafio é extensivo a todos os sexos, como é óbvio!)



NOTA: Para quem desconhece, o Digg é uma rede norte-americana de posts de links com novidades, na sua maioria relacionadas com gadgets, vídeos e assuntos mais trendy do universo jovem masculino.
O Bebo, popular nos países de expressão inglesa, não difere muito das outras networks sociais, ainda que tenha um especial acento na prática da revelação dos aspectos mais frívolos da vida de cada um.

[ver quadro com maior resolução]

Legislativas 2009

Por muitas voltas que os líderes partidários se empenhem em dar – e nós sabemos bem as voltas que se dão nestas alturas –, dos resultados das recentes eleições legislativas, há a tirar três conclusões óbvias.
A primeira, que o CDS e o Bloco de Esquerda sairam vencedores e que o PS e o PSD sairam derrotados!
A segunda, que houve um claro empenhamento dos portugueses em tudo fazer para se verem livres destes dois líderes do bloco central – uma tarefa impossível, dado que um teria, infelizmente, que permanecer sempre.
Finalmente, que aqueles que não foram votar, nos quais me incluo, já representam mais votos do que qualquer um dos partidos a eleger. Pode bem ser que um dia, estes votos, que são cada vez mais do contra, ainda levem alguém ao poder!

Manipulações

Este dom que algumas pessoas têm em iludir-nos permanentemente com histórias manipuladas, plenas de fé e esperança, devia levá-las ao cinema ou à literatura e não à gestão de um clube ou ao governo da nação!

Abuso de Poder

Como é que é possível haver uma pessoa que, depois de ter sido privativa e publicamente usada e abusada, anos a fio, ainda suporta o autor de tais sevícias?
Só mesmo alguém muito ignorante e sem pingo de coragem o pode permitir e aceitar.
Há-os, nós sabemos, em todos os tempos! De maneira que – sempre achei – quem assim age, merece tudo o que lhe couber!

Encantamentos

Enquanto as pessoas, dia após dia, continuarem a contemplar o Sol como se fosse este a rolar à volta da Terra, continuarão a ser enroladas, diariamente, sem contemplação!